As Coerências de Coherence

Screenshot_3Você já assistiu o filme “Coherence“? Se você ainda não assistiu, garanto que vale a pena, pois foge dos filmes tradicionais (aqueles com um final bem claro, tipo novela da Globo). Mas se você já viu, talvez queira ver novamente, tanto porque gostou como também porque não entendeu muito bem!

Eu já o assisti duas vezes e pretendo ver novamente, pois é um filme que, a cada exibição, parece que surgem detalhes importantes que não percebemos. Isso deve ser algo bem complicado para o roteirista e diretor realizarem. Abaixo, o trailer legendado.

Curiosamente o filme não teve muita divulgação e não fez o sucesso merecido. É um ótimo filme de Ficção Cientifica sim e mostra como podemos agir estranhamente em momentos de tensão. Mostra também como geralmente não conhecemos bem nossos amigos, e que o carneirinho do grupo, pode ser um lobo (ou loba). O filme, claro,  mostra outras coisas bem mais interessante mas não vou falar para não estragar!

Screenshot_5.png

O filme peca apenas em citar um Cometa como origem dos fenômenos estranhos que começam a ocorrer na casa em que vários amigos se juntam para um jantar.  Muitos Produtores ou mesmo o publico, exigem que se apresente algo para começar uma historia, mas não precisava, poderia ficar nas entrelinhas (como em Donnie Darko, por exemplo). Mas deram como causa o tal cometa Miller.

Entretanto, a dinâmica do filme, como o pessoal se deslocando entre uma casa e outra vai bem de encontro as teorias sobre o assunto que é tratado na historia. É aquilo mesmo que aconteceria! E o começo do filme antes do bicho pegar (um tanto longo, mas tenha paciência), parece mais um vídeo mostrando amigos normais se encontrando numa noite de sexta-feira mas que dá tudo errado.

Abaixo, o filme completo no YouTube:

Atenção para os Spoilers!

Segundo a historia, devido a passagem de um cometa, teria sido criado um certo portal bem no local onde estavam reunidos alguns casais para um simples jantar. Logo de cara ninguém imagina isso mas logo que falta energia, eles observam que há somente outra casa com luz na rua. Na verdade, a casa é a mesma, mas em um Universo Paralelo. Ocorre que la tem pessoas (copias delas),  que também notaram isso e, mais tarde, no final do filme, descobre que há inúmeras copias da mesma casa com seus ocupantes. Há um certo ponto entre as casas que funciona como um portal e as pessoas trocam de Universos. Elas não sabem  e acabam indo parar cada uma em uma casa diferente, se tornando a maior zorra. Quando descobrem que estão trocando de universos, precisam acertar tudo ate o amanhecer, quando o cometa ja teria passado.  Mas são milhões de combinações e a coisa piora porque, em algumas casas (universos), as pessoas que são copias, apesar de serem, iguais, tiveram vidas e pensamentos diferentes e sabem de coisas que as outras não sabem, principalmente intimas! Isso leva a entrarem em atrito e, em meio as brigas e completa loucura dos integrantes,  a bela e malandra Em (Emily Baldoni), resolve que não quer ficar mais no seu Universo original, pois não se sente feliz e amada como gostaria. Assim, fica a vagar de casa em casa procurando um Universo (no caso uma casa?), onde ela é feliz. Encontra uma outra Em e resolve pegar seu lugar neste Universo. O final é fantástico!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s